Não importa se você estiver descendo aquela montanha nevada de ski ou correndo de kart na pista da sua cidade, você precisa de uma câmera de ação para provar o que você fez – ou ao menos poder reviver mais tarde.

E para a grande maioria das pessoas, esta câmera é a GoPro Hero8. Com uma excelente qualidade de vídeo, um novo design para o suporte e uma estabilidade de imagem absurda, nenhuma outra câmera consegue competir. Abaixo nós listamos esta câmera e algumas alternativas mais baratas, se você não estiver convencido que a Hero8 é a melhor câmera para você.

Nossa Escolha: GoPro Hero8 Black

VER O PREÇO

A GoPro Hero8 Black é a última versão da câmera de ação que revolucionou a forma como gravamos nossos esportes. Depois de 20 horas de teste, podemos confirmar que esta é a melhor câmera de ação já criada. Com qualidade de vídeo 4k, 60 FPS, esta versão da GoPro vai a 100mbps, gravando vídeos mais nítidos do que nunca.

O novo sistema de estabilização HyperSmooth 2.0 é simplesmente incrível, eliminando sacodidas violentas e outros movimentos que outras câmeras não suportam. O sistema funciona em todas as resoluções e frame rates. Além disso, a Hero 8 tem um modo Boost, que sacrifica as pontas do vídeo para uma estabilização quase surreal (este modo não funciona em 60 FPS, apenas em 4K 30FPS).

Mais Barata: GoPro Hero7 Black

VER O PREÇO

Se você se contenta em não ter a melhor câmera possível, para poder economizar uns trocos, pode ir sem medo na Hero7, porque só existe uma câmera superior a ela, a sua irmã Hero8. A grande maioria dos vídeos que você gravar na Hero7 vão ficar tão nítidos e coloridos quanto na GoPro Hero8, e a estabilização é muito boa também, acima de qualquer coisa que existe no mercado.

Os clipes gravados no modo TimeWarp são de tirar o fôlego. E uma vantagem da Hero7 é que ela tem porta HDMI e uma proteção de lente substituível, o que a sua irmã mais nova não tem.

Alternativa de Qualidade: DJI Osmo Action

A DJI Osmo é a mais nova candidata a tirar a supremacia da GoPro como a melhor câmera de ação. A qualidade de vídeo desta câmera é ótima, e assim como as últimas versões da GoPro, a Osmo ACtion vai a 60 FPS em 4k com estabilização. Chamada de RockSteady, o sistema de estabilização da DJI é quase tão efetivo quanto as primeiras versões do Hypersmooth (o que é muito bom).

A Osmo tem 2 funções que a GoPro não tem: um modo de video HDR e uma tela frontal colorida para fazer selfie de vídeo.

Mas na comparação com a GoPro, a DJI não tem um microfone tão nítido, o aplicativo deixa a desejar, os menus não são tão intuitivos e os acessórios são menos diversos. De modo geral, não tem nada de errado com esta câmera – ela é uma ótima câmera de ação, mas as GoPro Hero 7 e Hero8 ainda são câmeras superiores.

Melhor com Estabilização Ótica: Sony FDR-X3000

A FDR-X3000 é uma camera mais difícil de usar do que a GoPro. O maior defeito desta câmera da Sony é a falta de um touchscreen, o que dificulta a mudança de configurações e afins. Esta câmera é a única opção do mercado com estabilização ótica de imagem. Mas na nossa experiência, o sistema eletrônico HyperSmooth da GopRo funciona tão bem quanto na grande maioria das situações.

Quem deveria comprar

Se você passa bastante tempo na rua, fazendo esportes, e gostaria de poder reviver alguns destes momentos memoráveis no futuro, uma câmera de ação é vital.

Estas câmeras podem ser uma boa opção para gravar vídeos para YouTube e coisas do tipo também, se você não está afim de comprar um equipamento mais complexo.

As action cameras tem um tamanho mais compacto, uma resistência a impactos e várias opções de fixação que as câmeras tradicionais, DSLRs e smarphones não têm. Por isso uma câmera de ação é a sua única opção para gravar corretamente uma gama de “ações”, em especial esportivas, em primeira pessoa.

A GoPro Hero7 embaixo d'água

 

Câmeras de ação têm lentes bem abertas (wide-lens) para capturar o máximo possível as curvas e nuances do cenário onde você está gravando. Suportes que você pode comprar por preços acessíveis ajudam a fixar a câmera em capacetes, na ponta de uma prancha de surf e afins, deixando a câmera o mais próximo da ação possível.

Como nós escolhemos

A câmera de ação ideal tem as seguintes características:

Qualidade de vídeo excelente: Uma câmera top grava vídeos nítidos, suaves e vibrantes, e oferece diferentes resoluções e taxas de frame (FPS). Os melhores modelos oferecem vídeo 4k e 60 FPS, e mesmo os modelos mais baratos precisam oferecer no mínimo 30FPS e 4k. Nada menos disso é aceitável em 2020.

Estabilização de vídeo: Qual a graça de vídeo gravado em 4K se ele for uma bagunça tremida? As melhores câmeras de ação utilizam estabilização de imagem – ou eletrônica ou ótica – para contrabalancear as tremidas e os movimentos bruscos, gerando uma imagem estável.

Design resistente – Uma câmera de ação deve ser feita para resistir impactos e ações que quebraria a maioria das câmeras tradicionais, afinal de contas, é pra isso que ela serve. Isto inclui areia, água, pó e alguns tombos. Nós damos preferência para câmeras com sistema integrado de resistência a água, vidro reforçado nas lentes e telas e outras características que aumentam a resistência.

Controles fáceis de utilizar: A última coisa que você quer quando estiver esquiando, pulando de bungee jump ou fazendo rafting é ter que se preocupar em ajustar as configurações da câmera. Uma boa câmera de ação deve facilitar o máximo possível ao usuário fazer ajustes de configuração e tirar fotos, para que você possa curtir o momento e ter tudo gravado para depois.

Bateria removível – a maioria das câmeras de ação tem a mesma vida útil de bateria – em torno de 60 minutos para resolução 4K e um pouco mais para vídeos em 1080p. Mas é importante que a câmera tenha bateria removível, para você poder trocar a bateria se quiser continuar gravando no mesmo dia.

Opções de suporte – Para tirar o melhor da sua câmera, alguns acessórios são necessários. A câmera de ação ideal é compatível com uma gama de suportes, incluindo tanto suportes do mesmo fabricante, quanto opções de terceiros, que normalmente são mais baratas. Os suportes devem ser tão fáceis de usar quanto as câmeras.

O display da Hero7 Black é intuitivo e fácil de usar

A GoPro Hero Silver é uma alternativa mais barata, mas no Brasil ela acaba custando quase a mesma coisa da linha Black, por isso não recomendamos este modelo.

A nossa escolha: GoPRo Hero8 Black

Nessa seção nós explicamos mais a fundo porque escolhemos a Hero8 Black como a melhor câmera de ação do mercado.

Fazem alguns anos que a GoPro é a líder de mercado em câmeras de ação, e não sem motivos. A Hero8 é a melhor action camera da história. Ela pega a fórmula de sucesso da Hero 7 Black e evolui em todos os aspectos. Você gosta de gravar em 60FPS 4k com estabilidade? No modelo 8 o vídeo fica mais suave e mais detalhado ainda. Os hyperlapses do modo TimeWarp já eram legais na Hero 7, mas na Hero8 você pode sair e entrar neles na hora, e pode até deixar a câmera decidir a velocidade (ela é surpreendentemente inteligente na escolha).

Outra evolução da Hero8 em relação ao modelo anterior são as cores, que estão mais próximas da vida real, enquanto ela mantem aquele look com bastante contraste que os fãs de esportes radicais tanto gostam.

O sistema de estabilização HyperSmooth 2.0, como já mencionado anteriormente, é simplesmente de cair o queixo, mais ainda no modo Boost – uma novidade da GoPro Hero 8 Black. Com o Boost ligado até movimentos violentos de rolagem se transformam em um vídeo relativamente suave, que mantêm bem a linha do horizonte. Nenhuma outra câmera se compara neste quesito.

Hyperlapses – clipes estabilizados acelerados – estão se tornando um recurso padrão de muitas câmeras de ação. E a Hero8 Black se supera também neste quesito. Enquanto no sistema original TimeWarp, da GoPro hero7, você precisa selecionar a velocidade do Hiperlapse, na GoPro Hero8 o sistema TimeWarp 2.0 faz esta seleção de velocidade automática (se assim você desejar). E se você estiver pensando que este tipo de recurso nunca funciona direito, você está enganado – o sistema automático funciona super bem na maioria dos casos, acertando na escolha da velocidade. E o sistema TimeWarp 2.0 tem outro recurso muito legal: você pode tocar na tela no meio do Hiperlapse para mudar para o modo padrão de gravação, e clicar novamente para voltar ao modo rápido. Os resultados ficam muito bons.

 – Vini Costa